Branca de Neve e o Caçador

“Branca de Neve e o Caçador”- “Snow White and the Huntsman”, Estados Unidos, 2012

Direção: Rupert Sanders

Preparem-se. A história de Branca de Neve foi repaginada da cabeça aos pés.

Esqueçam a mocinha do conto dos irmãos Grimm de 1812, do desenho animado de Disney de 1937 e do filme “Espelho, Espelho Meu” que acabamos de assistir, dirigido pelo indiano Tarsem Singh.

Nessa releitura da história infantil mais famosa de todos os tempos, só os adultos são bem vindos. A recriação em tons escuros, as cenas assustadoras e os figurinos “dark”, não são para criancinhas.

A começar pela madrasta, a malévola e bela Ravenna (Charlize Theron, em momento pérfidamente brilhante), que se veste com asas de corvos e com o couro preto das roupas fetichistas e usa uma negra coroa pontiaguda que combina com o seu olhar penetrante e letal. Ela é uma mistura de bruxa com vampira que, para conservar a beleza eterna, precisa sugar a vida de muitas jovens donzelas.

Nesse estado de coisas, Branca de Neve (Kristen Stewart, a Bella de “Crepúsculo”) é um impecilho para a madrasta má, não só porque é a mais bela mas porque é a herdeira carismática do trono usurpado às custas de um assassinato real, cometido por Ravenna. Ela precisa do coração puro de Branca de Neve para conquistar plenamente o reino.

A beleza e a juventude não valem nada sem o poder absoluto, acredita essa rainha tão parecida com todos os tiranos de ontem e de hoje.

Mas Branca de Neve também não é mais aquela. À altura do mal que tem que enfrentar, ela está qual uma Santa Joana D’Arc, vestida em sua armadura brilhante e cavalgando entre seus soldados fiéis, para reaver o trono do pai.

Os famosos sete anões são agora oito e, recriados por computador, são interpretados por atores de altura normal e caras conhecidas (Ian McShane, Toby Jones e Ray Winstone, entre outros). Também não são mais bonzinhos.

E o caçador do titulo do filme, vivido por um másculo Chris Hamsworth, tem um papel mais importante na história do que o príncipe encantado, que aqui não passa do filho de um duque, William (Sam Caftlin), que é amigo de infância de Branca.

Em uma das mais belas cenas do início do filme, os dois brincam debaixo de um enorme macieira branca de flores, cujos frutos futuros lembram a versão dos irmãos Grimm. Mas nem a maçã escapa. Agora além de envenenada, é também peluda.

Bem. A história de “Branca de Neve e o Caçador” tem ingredientes capazes de empolgar a quem gosta mais de um filme de ação que de histórias de amor.

Afinal, o próprio diretor, o estreante Rupert Sanders, de 41 anos, afirmou que o seu objetivo era tirar as teias de aranha desse conto secular.

E, provávelmente, ele está certo, porque o cinema é magia e permite todas as ousadias a quem sabe fazer bons filmes.

Este post tem 2 Comentários

  1. Danian Dare disse:

    Querida, adorei as suas descrições sobre as diferenças desta produção adulta da Branca de Neve. Ao que parece essa produção segue a linha das atuais produções cinematográficas com todos os efeitos visuais possíveis. Assim como aconteceu com a Julia Roberts, Charlize Theron foi a escolhida para viver a rainha má, atrizes belas, já consideradas maduras e detentoras do Oscar. A Charlize deve ter adorado fazer essa rainha de maldade onipotente! Quanto a Branca de neve(Kristen Stewart) ser mais bela que a rainha Charlize má, tenho que discordar, pois a Charlize é belíssima e com o seu talento de atriz, deve acentuar mais ainda a sua beleza através da malignidade de sua personagem. A sua beleza torna-se uma arma do mal. Bom só me resta correr para me ver o filme, para me fazer seduzido por tão maléfica beleza. Porém, por incrível que pareça, vinha eu, há um certo tempo, imaginando um certo roteiro para um certo diretor, Dimas Oliveira Junior, que tem filmado um documentário em Campos do Jordão. Seria um roteiro para um suposto filme que seria baseado em fatos reais e fictícios. Como esse diretor andou por terras de Clodovil, Ubatuba, e realizou um documentário chamado de: UBATUBA HISTORIAS DE VIDAS,Documentário que retrata histórias de vidas da cidade de Ubatuba, de Cunhambebe a Clodovil, passando por Ciccillo Matarazzo, Gastão Madeira, José de Anchieta. Porém os relatos de alguns não são tão verdadeiros assim, principalmente no que se refere a Clodovil. Mas pensei eu num roteiro de nome: A Maldição de Cunhambebe, no qual a sua descrição da Branca de Neve: Ela é uma mistura de bruxa com vampira que, para conservar a beleza eterna, precisa sugar a vida de muitas jovens donzelas, confere com minhas ideias de um feiticeiro no meu roteiro. Porém de belo esse feiticeiro nada tem, mas suga a vida de jovens rapazes para se manter eterno e assim manter a maldição do tal Cunhambebe viva. Deu para notar uma certa sintonia? É lógico que há muita ironia em meu texto, principalmente por se tratar de uma crítica ao que acontece recentemente em terras Ubatubenses. Valeu, querida, muito obrigado pela sua dica e me encontro muito surpreso com essa sintonia entre o filme e o meu pretenso roteiro. Dizem que o acaso não existe…

    Sincerely yours,

    Danian.

    • Eleonora Rosset disse:

      Danian,
      Assim que eu gosto! Pedi, vc entrou, fez um comentário valioso e ainda me contou de seus projetos. Acho que isso é o que há de melhor em qualquer escrita: frutificar!
      Mas acho que vc não me entendeu em um ponto. Concordo que não tem pra ninguém qdo se trata de Charlize Theron. Ela está uma beleza no filme! É só na história que Branca é a mais bela.
      Aliás a atriz que era meio apagada na s
      aga Crepúsculo, fazendo a Branca desabrocha! Mas nunca vai chegar aos pés de Charlize que mesmo qdo quer ficar feia, ainda mostra que a natureza deu para ela um presente único!
      Acho que a bruxa/ vampira é um personagem mt forte e pode ser um achado na sua história. Mesmo pq existem mts pessoas assim. Que sugam a energia do outro e ainda por cima querem destruir a pureza e a beleza que invejam .
      Adorei vc por aqui!
      Volte sp e me conte dos seus textos. Vc tem uma vivacidade e humor preciosos em tudo que vc escreve!
      Bjs

Deixe seu comentário

Obter uma imagen no seu comentário!