Jersey Boys – Em Busca da Música

“Jersey Boys – Em Busca da Música”- “Jersey Boys”, Estados Unidos, 2014

Direção: Clint Eastwood

Clint Eastwood , 84 anos e Frank Valli, 80, viveram a juventude na mesma época. E demonstram como é importante compartilhar memórias afetivas. O primeiro dirigiu e o segundo produziu a história que viveu, no filme “Jersey Boys – Em Busca da Música”.

Eastwood viu três versões do musical que estreou na Broadway em 2004, ganhou quatro Tonys, inclusive o de melhor musical, e continua a ser um sucesso. E, tanto se apaixonou por reviver os anos 60 com os “Jersey Boys”, que escolheu para o seu elenco a maioria dos atores do musical e acrescentou mais um filme à sua carreira de diretor premiado.

Aliás, o diretor confessa que era fã de Frank Valli e que adora a canção “Can’t Take My Eyes off You” que ele considera uma das canções clássicas dos anos 60 que faria sucesso em qualquer época.

O filme conta a história do grupo que nasceu em New Jersey, com os rapazes que moravam num lugar nada “fashion” e que viraram os “Four Seasons”, depois de muita luta.

Frank Valli era o vocalista, com uma voz de falsete inspirada, perfeita para cantar as canções que Bob Gaudio compunha para ele, o que valeu ao conjunto muitos primeiros lugares nas paradas de sucesso: “Sherry”, “Big Girls don’t Cry”, “Oh What a Night”, “Walk Like a Man”, “My Eyes Adored You” e outras.

Mas nada foi fácil para eles. Ao contrário.

Porque tudo começou nos anos 50 e eles tiveram que fazer coro para muito cantor, antes de se impor e colocar suas músicas no rádio e gravar discos.

E venceram numa época onde tiveram que lutar por espaço com os “Beatles” e os “Beach Boys”. Sendo que eram desprezados por muita gente que torcia o nariz para o tipo de música que cantavam e a origem dos rapazes.

Esse sonho realizado com muito esforço parece que foi o detalhe que comoveu Clint Eastwood, apesar dos “Four Seasons” não possuírem a estatura musical de Charlie Parker, que inspirou “Bird”, filme de 1988 de Clint Eastwood com Forest Whitaker.

Há um toque de drama na vida deles que cativou Eastwood que tem mão boa para filmes que contam histórias difíceis. Uma fala de um dos “Four Seasons” diz tudo:

“- Sair do bairro passava por três caminhos: o exército, a fama ou a Máfia. Nós escolhemos os dois últimos.”

John Lloyd Young faz Frank Valli e ganhou o Tony como melhor intérprete na Broadway. Também Erich Bergen como o compositor e tecladista Bob Gaudio e Michael Lomenda, como o baixista Nick Massi, vieram da produção teatral. Vicente Piazza, que faz o guitarrista principal, Tommy de Vitto, é o único que não estava no musical.

Christopher Walken, na pele do gangster Gyp DeCarlo, está ótimo como o padrinho de Frank Valli, que graças à sua interpretação de “My Mother’s Eyes” ganha sua proteção.

A coreografia ensaiada, os ternos iguais com toques discutíveis mas marcantes, o jeitão de Frank Valli, amigo dos amigos, mesmo quando eles erram e exigem sacrifícios, é o pano de fundo que conquista e comove a plateia.

E algo original, é assistirmos a quatro versões da história porque cada um dos músicos quer a nossa adesão à sua própria maneira de ver os fatos. E contam falando conosco, olhando a plateia. Funciona muito bem.

Durante os créditos finais, ao som de “Rag Doll”, dançamos em nossas poltronas no cinema assistindo à parada final dos “Four Seasons” e toda a trupe do filme, cantando e dançando juntos na tela, num cenário que copia uma rua dos anos 60.

É muito gostoso de ver.

Este post tem 2 Comentários

  1. Ana Bete disse:

    Oi Eleonora,
    Também gostei do filme, embora menos do eu esperava. A cena final é mesmo muito alegre e contagiante, me lembrou os filmes de Bollywood e o famoso “Quem quer ser um milionário?”.
    Andei caladinha mas sempre passo por aqui, viu?
    Beijinho

    • Eleonora Rosset disse:

      Ana Bete,
      Que bom que vc apareceu de novo! E gostei de saber que passa por aqui, mesmo que caladinha.
      O filme é obra de um senhor de 84 anos para um outro de 80. Afetivo, envolve recordações e saudades da juventude. Eu sintonizo bem com tudo que o Clint Eastwood faz.
      E volte mais vezes!
      Bjs

Deixe seu comentário

Obter uma imagen no seu comentário!